23.11.07
iceblink.
Fotografia de Charles Swithinbank, retirada do Illustrated Glossary of Snow and Ice,
do
Scott Polar Research Institute.

"Na terça feira, 17 de Abril, pelas onze da manhã, deu o icemaster sinal de avistar, pela primeira vez, o blink (1) do gelo, que estava a vinte milhas, pelo menos, a nor-noroeste. Era como uma faixa de um branco deslumbrante que, apesar da presença de densas núvens, alumiava com vivo clarão toda a parte da atmosfera próxima do horizonte. Homens experimentados, como alguns dos que estavam a bordo, não podiam equivocar-se com o fenómeno, e de pronto reconheceram que aquele blink devia ir de algum extenso campo de gelo situado a umas trinta milhas além do alcance da vista e que provinha da reflexão nele dos raios luminosos."

(1) Cor particular e brilhante que toma a atmosfera por cima das grandes extensões de gelo.

in As Aventuras do Capitão Hatteras, Primeira Parte - Os Ingleses No Pólo Norte, de Jules Verne, 1866. Bertrand Ed. p. 48.
 
posted by Eduardo Brito at 09:37 | Permalink |


0 Comments:


eXTReMe Tracker