26.3.07
a canção de são brandão.
Saint Brendan


Viajarás até ao fim do mar numa jangada. Terás a companhia de sessenta peregrinos. Buscarás o teu silêncio, o teu deus, a tua ilha abençoada. Levarás colchões de urze para dormires, vinho e conservas para te alimentares. É que sete anos estarás a navegar, São Brandão.
Pássaros falantes avisar-te-ão do frio que vais sentir. Contar-te-ão coisas sobre criaturas fantásticas que irás encontrar. Pisarás o solo de ilhas que derivam como tu. E verás o fundo do mar onde andas, São Brandão.
Chamarás palácios de cristal aos pedaços de gelo que flutuam nas águas. Atravessarás o interior do maior deles, daquele que te levou três dias a alcançar. Verás na sua transparência o olhar do teu deus, São Brandão.
Descansa, descansa agora que o tempo parou. Antes de adormeceres escutarás a voz de um anjo. Prometer-te-á que sim, São Brandão, alcançarás a tua ilha abençoada.


Saint Brendan (São Brandão) terá nascido em quatrocentos e oitenta e quatro no sudoeste da Irlanda. A sua viagem data de cerca de quinhentos e trinta e foi narrada, no século dez, no livro Navigatio Sancti Brendani Abbatis.
 
posted by Eduardo Brito at 11:35 | Permalink |


0 Comments:


eXTReMe Tracker